Candidatos realizam prova do PSE IFPA e UFOPA II – (Forma Pará)

  • Post published:04/12/2022

A FADESP realizou neste domingo, 4, em dez municípios paraenses, a prova do Processo Seletivo Especial (PSE) 2023 do Instituto Federal do Pará (IFPA) e Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA). Por meio do Programa Forma Pará, mais de 4 mil candidatos concorrem às 460 vagas.

Os portões foram abertos às 8 horas manhã e a prova iniciou às 9 horas. A prova foi composta por parte objetiva e redação. Conforme previsto em edital, a FADESP cumpriu protocolos de biossegurança, disponibilizando álcool para higienização das mãos, além da checagem de temperatura.

O município de Vigia de Nazaré, com aproximadamente mais de 53 mil habitantes, recebe pela primeira vez a graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental, curso sonhado por Maiza da Silva Lobo, 44, cuja formação é técnica em Meio Ambiente. “Sempre tive paixão por essa área, então é uma grande oportunidade, porque vou poder cursar em meu próprio município. Não precisarei me deslocar para outras regiões e também poderei aumentar meu conhecimento”, diz ela. “Onde moro é muito verde. Não apoio derrubada de árvores e faço separação do lixo em casa”, revela. Tamanha paixão foi passada à sua filha, Julyanne Lobo Monteiro, 23, que também é técnica em Meio Ambiente. “Nós soubemos do processo pela internet. É o curso que almejávamos e agora estamos tendo essa chance aqui em Vigia”, afirma Julyanne, que pretende compartilhar esse conhecimento com a comunidade onde mora juntamente com sua mãe.

Os cursos são ofertados em cada município de acordo com a demanda da região e a vocação econômica do local.

A estudante Thayany Cristina, 21, mora a 30 minutos de Vigia e soube das vagas, com um mês de antecedência, por intermédio do tio, que ajudou na inscrição. Desde então, manteve-se focada e se preparando para este momento. “Sempre é bom tentar e aproveitar as oportunidades. Pretendo me tornar uma grande profissional e ajudar minha mãe, além de contribuir para o desenvolvimento da região”.

Leoilson Bulcem, 35, é bombeiro civil, mas pesquisou sobre o curso e se interessou. “Tinha vontade de fazer algo nessa área, principalmente pelo momento em que vivemos com relação ao meio ambiente”. Ele espera atuar, em no máximo 5 anos, na nova área escolhida.

Concorrência:
O curso mais concorrido foi Direito/UFOPA (Almeirim), com mais de 750 inscritos, seguido por Administração/IFPA, em Oriximiná, com 564 candidatos. Em terceiro, está o curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, em Vigia, com 481.

Todos os resultados você acompanha nas páginas oficiais dos certames, basta clicar nos links abaixo: