Notícias
27/09/2017 10h5 - Atualizado em 27/09/2017 10h5
Cursos de Pós-Graduação da UFPA atingem nota 6, de excelência, na Avaliação Quadrienal da Capes.
Da Redação
Portal FADESP
A-A+ Fonte
Ampliar imagem
Cursos de Pós-Graduação da UFPA atingem nota 6, de excelência, na Avaliação Quadrienal da Capes.

Entre os Programas de Pós- Graduação da UFPA com um grande avanço na Avaliação Quadrienal da Capes (2013-2016) dois alcançaram, pela primeira vez, a nota 6, que indica, além da excelência e consolidação, um padrão internacional de qualidade. Os novos cursos nota 6 são: "Biologia dos Agentes Infecciosos e Parasitários" (PPGBAIP), coordenado pelo professor Adriano Furtado; e "Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido", coordenado pela professora Mirleide Bahia. Dois outros programas de pós-graduação da UFPA, Genética e Biologia Molecular e Geologia e Geoquímica, também mantiveram, nesta avaliação da Capes, a nota 6, alcançada nas avaliações anteriores. A UFPA passa, assim, a contar com quatro programas nota 6. Em toda a Amazônia, há apenas mais um programa com a mesma nota, no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), em Manaus.

Importância - Segundo o professor Adriano Furtado, a nota vai além de uma conquista para o PPGBAIP: "Quem ganha com tudo isso não é só Universidade, mas a Amazônia como um todo. Porque nós temos uma representação muito forte de pós-graduações subindo de nível aqui na Amazônia e isso provavelmente vai refletir na melhoria, inclusive dos projetos de pesquisa e educação que desenvolvemos na região."

Já para a coordenadora Mirleide Bahia, "essa nota vem coroar um trabalho de muitos anos de um coletivo dos professores, alunos, técnicos e gestores, que vêm buscando melhorar em todos os aspectos: tanto de cooperação internacional, de publicações, dos prazos, das co-tutelas com universidades internacionais. Então, isso é de suma importância, porque reflete um pouco a excelência das pesquisas, das produções que o programa tem e que, ao longo dos anos, tem trazido melhorias para a sociedade e para o meio científico."

O reitor da UFPA, professor Emmanuel Tourinho, comentou o resultado. "Ficamos muito felizes com o desempenho dos nossos programas. Tínhamos a expectativa de que a Universidade recebesse notas melhores na avaliação da Csapes, mas o resultado ficou além das expectativas". O reitor também destacou os diversos impactos da avaliação para a Instituição. "A conquista vale pelo reconhecimento do trabalho de cada um dos programas e da Instituição. Vale pela visibilidade que dará à Universidade, pelo maior respeito que a Instituição terá de toda comunidade acadêmica brasileira. E vale também pela repercussão que terá na nossa capacidade de captar recursos para o desenvolvimento da nossa pós-graduação. Por último, o resultado permite assumir novos desafios, para levar a Universidade ainda mais longe", comentou o reitor.

Programa de Acompanhamento - Criado em 2010 pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp), o programa contribuiu com o desenvolvimento dos dois novos cursos nota 6: "Essa nota é o resultado de um investimento que iniciou anos atrás, quando a Propesp criou o Programa de Acompanhamento das pós-graduações e isso certamente ajudou todo esse resultado que temos hoje", explica o professor Adriano. O Programa de Acompanhamento consiste do planejamento de médio e longo prazos dos programas de pós-graduação, baseado em metas acadêmicas e científicas e com o monitoramento de um consultor externo experiente na avaliação da pós-graduação.

Próximos Passos - O professor Rômulo Angélica, pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação da UFPA promete continuar com o investimento visando o aprimoramento dos programas de pós-graduação da UFPA. "O Acompanhamento terá continuidade, assim como o apoio à publicação científica de qualidade e à internacionalização. Além disso, outros programas estão sendo planejados para fortalecer o sistema de pós-graduação da UFPA. Isto é, queremos manter as políticas que têm dado bons resultados e já começar a trabalhar para o próximo quadriênio".

Surpresas - Para já começar a trabalhar para o próximo quadriênio, o reitor destaca: "O próximo grande desafio é intensificar o processo de internacionalização, e para isso haverá um trabalho conjunto da Propesp e da Pró-reitoria de Relações Internacionais (Prointer), junto com os programas."

Texto: Alice Palmeira - Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: AlexandreYuri

Seja Nosso Parceiro
Rua Augusto Correa s/n | Cidade Universitária, Profº José da Silveira Netto / UFPA - Guamá - Belém/Pa | Cep 66075-110 | Telefone: (91) 4005-7440 Como Chegar